Travessia 4 dias Ilha Grande – RJ

Já dizia Chris McCandless : ” […] É nas experiências, nas lembranças, na grande e triunfante alegria de viver na mais ampla plenitude que o verdadeiro sentido é encontrado. Meu Deus, como é bom estar vivo! Obrigado. Obrigado.” 

Feriado prolongado é sinônimo internacional de Alegria! Dia 7 de setembro de 2016 o VaiViver pode experimentar uma experiencia inesquecível, em meio a Mata Atlântica!

Começamos nossa aventura nos preparando para os 5 dias intensos que iríamos viver.

(Os valores e experiencias foram para duas pessoas)

1) Compras antes de viajar:

Alimentos:

  • 1 Pacote de arroz de 1 kg.
  • 3 Latas de atum.
  • Queijo polenguinho
  • 2 Pacotes de macarrão
  •  Molhos
  • Ovos cozidos
  • Café, açúcar e óleo
  • 1 Pacote de pão de forma
  • Bolachas
  • Água
  • Frutas

Valor gasto : 85,00

Equipamentos:

  • Fogareiro  Nautika R$ 116,00 + Gás R$ 20,00
  • Panelas e talheres
  • Barraca de camping

Valor gasto : R$ 126,00 

Gasolina Ida e Volta, partindo de Lorena SP até Angra dos Reis : R$ 130,00 

Para chegar em Ilha Grande, é necessário pegar uma lancha de Angra dos Reis. Existem vários horários durante o dia, geralmente de hora em hora até as 18 hrs. A Viagem dura aproximadamente 40 minutos e é muito divertida, a lancha é muito rápida! Recomendamos levar um casaco!

 Valor por pessoa : R$ 30,00

Mapa da Ilha: 

Ilha-Grande-Mapa.jpg

2) Primeiro dia – Vila do Abrão -> Saco do Céu.

14585721_2095391637351643_66731995_o.jpg

Primeiro dia começo numa pegada forte! Acordamos bem cedo no camping que dormimos, tomamos um café da manhã reforçado e partimos para a primeira trilha, T1.

A trilha classificada como “leve” no mapa da Ilha, não é assim tão leve, eu classificaria como “média”. Ela começa com muitas subidas íngremes, aproximadamente 80 % da trilha possui grande elevação! A caminhada é cercada por uma vegetação incrível, o som da natureza era encantador. Encontramos com lindos passarinhos que foram nos seguindo um longo tempo e cantando para nós. Hihi.

14600797_2095391477351659_441408119_o.jpg

Nossa meta era chegar Em Japariz no primeiro dia, porém não conseguimos.

Começou a entardecer, estávamos muito cansados porque só tinhamos parado para fazer o almoço, e algumas pausas para descansar rápido no meio da trilha. Resolvemos parar no “Saco do céu” e para nossa surpresa lá não tinha nenhum camping. Para salvar a pátria um moço enviado por Deus nos ajudou a achar um lugar que nós conseguimos armar a barraca e dormir. Um senhor acabou emprestando sua casa e o banheiro para tomar uma ducha rápida. Estavamos tão cansados que caímos na barraca, capotamos e só acordamos no dia seguinte com os barulhos mais INCRÍVEIS dos animais, sério parecia que eu estava em um show com mil instrumentos!

Tomamos um café rápido e partimos para o segundo dia!

14618837_2095390490685091_470433299_o.jpg

3) Segundo dia – Saco do Céu -> Enseada do Sítio do Forte.

14642924_2095391507351656_13821207_n

Começamos o dia tomando um café olhando o paraíso que existia a nossa volta.

Saímos do Saco do Céu de manhãzinha e começamos a trilha. Esse dia fizemos a T3, T4 e T5. No começo estávamos com bastante energia, andamos umas três horas até parar para preparar o almoço. Encontramos um lugarzinho no meio da trilha super aconchegante para descansar um pouco e continuar. Essas trilhas eram muito fechadas, tinha parte que não tinha sinalização e algumas vezes nós nos perdemos e tivemos que voltar! Passamos por praias INCRÍVEIS  no caminho, algumas quase paradisíacas. Valeu a pena cada passo, certo ou errado Rs.

14642725_2095390784018395_1990848548_n

Chegamos em Matariz por volta das 17:00, mas não achamos nenhum camping para dormir, resolvemos continuar porque encontramos dois nativos na trilha que informaram que na Praia do Sitio Forte poderia dormir, porém quando chegamos lá descobrimos que a praia era propriedade privada e que não era permitido camping. Na hora foi meio desesperador, pois já estava anoitecendo e não havia condições de continuar, pelo cansaço e pela trilha longa que teríamos até Proveta! Resolvemos conversar com o caseiro, que no começo não estava cedendo nossa estadia por lá mas no final acabou que ficou com dó e deixou a gente passar a noite. Agradeço ao universo por poder ter dormindo em um dos lugares mais sensacionais que já estive! Tomamos uma cervejinha a noite olhando o mar e agradecendo.

O por do sol, fala por todas as palavras :

14610790_2095388530685287_1348340689_n.jpg

4) Terceiro dia: Sítio do Forte –> Provetá

14627901_2095388980685242_1557408_n.jpg

Acordamos cedo, agradecemos pelo lugar, pela energia que estava aquela manhã no Sítio do Forte e partimos para a trilha.

Esse dia nós planejamos fazer a T6, T8 e T9 para chegar em Provetá, praia conhecida como a do “Pinguim”.

Esse dia foi de muita trilha, como de costume!  Algumas partes a sinalização estava meio ruim, e acabamos nos perdendo um pouco. Paramos apenas para almoçar e para pedir informação.

Chegamos antes de anoitecer na praia e fomos logo procurar o camping do seu João, o amigo do Pinguim hahaha

Uma breve história:

” Uma amizade não precisa de regras para existir. Só de amor e gratidão. E com isso, é possível atravessar oceanos! Assim como a história de João e do pinguim Dindin, salvo pelo carioca quando estava encharcado de óleo. A gratidão é tanta que sazonalmente o animalzinho volta a visitá-lo.Há 4 anos, Dindin foi parar em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, todo coberto de óleo, à beira da morte. E João, pedreiro aposentado de 71 anos, encontrou o pinguim e não pode deixar de ajudá-lo. Limpou ele todo e deu comida até que ele ficasse forte novamente. Mas na hora de devolvê-lo para o mar alguma coisa acontecia. Dindin não queria ir embora. Até de barco João tentou despachá-lo, mas ainda assim ele voltava.Até que um dia ele se foi e ficou exatos quatro meses fora até que apareceu de volta, no mesmo lugar. Quando o pinguim viu João, disparou de alegria!” 

fonte: http://www.hypeness.com.br/2016/02/todos-os-anosesse-pinguim-volta-a-ilha-grandepara-visitar-o-brasileiro-que-o-salvou/

(Infelizmente, no dia que ficamos lá o pinguim tinha ido passear no mar e conversando com seu João, ele disse que geralmente ele fica de dois a três dias nadando. Mas a expectativa ficava a milhões toda vez que escutávamos um barulho no camping hahaha! )

Compramos algumas coisas para jantar em uma vendinha e dormimos cedo para nos preparar para o último dia de trilha que estava por vir!

5) Quarto dia: Provetá –> Praia dos Aventureiros 

img_20160908_121718

A alegria da pessoa quando consegue realizar a meta: PRAIA DOS AVENTUREIROS! uhuul!

O Quarto dia, para mim foi o mais fácil. As trilhas não eram pesadas, mas acredito que como estava desgastada dos outros dias, o cansaço contou bastante!

Fizemos a trilha bem devagar, em mais ou menos 2 horas!

Quando chegamos nos Aventureiros foi só agradecimento por TUDO!

Ficamos no camping  do Ferreira, super legal e com estrutura! Água para o banho quentinha foi o requisito mais forte na hora de escolher! hahaa

Preço camarada, R$ 15,00 por pessoa!

img_20160909_094643

O Famoso coqueiro, é lindo mesmo!!!

img_20160911_062825

Mirante da Praia dos Aventureiros! Melhor vista!

Resumo da vigem :Encare o medo e você continuará respirando, a vida é feita exclusivamente de momentos, pessoas boas sempre aparecem, para se sentir vivo entre em contato com a natureza, a paz está no seu interior, querer é suficiente para ser feliz, simplicidade é a maior sofisticação!

“O Hoje é dádiva!”

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Samuel disse:

    Adorei: Encare o medo e você continuará respirando, a vida é feita exclusivamente de momentos, pessoas boas sempre aparecem, para se sentir vivo entre em contato com a natureza, a paz está no seu interior, querer é suficiente para ser feliz, simplicidade é a maior sofisticação!.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s